Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr
18/06/2020

ANADEP participa de debate promovido pela bancada do PT no senado sobre racismo

Fonte: ASCOM ANADEP *Com informações do site ptnosenado.org.br/
Estado: DF
 
Nesta quinta-feira (18/6), a bancada do PT no senado promoveu reunião remota para discutir pautas da Casa que tratam do racismo estrutural e institucional. O presidente da ANADEP, Pedro Paulo Coelho, e a coordenadora da comissão da igualdade étnico-racial da ANADEP, Lívia Casseres, participaram das discussões a convite do líder do partido na Casa, senador Rogério Carvalho (PT-SE). Entidades da sociedade civil também contribuíram com os debates. 
 
Conforme ressaltou o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, senador Paulo Paim (PT-RS), é preciso uma discussão permanente sobre esses temas e não apenas quando ocorrem fatos impactantes em outros países, para que assim possamos superar o racismo. "O debate tem que ser permanente, pacífico, inclusivo, educador, orientador e libertador. Não suportamos mais essa cultura estrutural do estado de violência e impunidade. Há grilhões que temos que romper e há feridas que estão expostas, que ainda não cicatrizaram”, afirmou.
 
Apesar de representarem mais da metade da população brasileira, indígenas, negros, quilombolas e outros povos tradicionais são historicamente os segmentos mais excluídos e sofrem cotidianamente com as desigualdades quando fala-se em acesso à educação, cultura, emprego, infância, moradia digna, postos de liderança, saneamento básico, saúde, além de serem impactados de maneira desproporcional pelos efeitos negativos dos problemas que o Brasil enfrenta nos temas da segurança pública, violência doméstica e violência obstétrica, por exemplo. 
 
Durante a live, Lívia Casseres falou sobre o trabalho promovido pela Defensoria Pública na área. A defensora pública ressaltou a necessidade de formular e efetivar políticas públicas voltadas ao combate do racismo estrutural e institucional, bem como sobre a importância do acesso à justiça com equidade racial. Ela também citou o trabalho de acompanhamento na ADPF 635, que questiona a política de segurança pública adotada no RJ, a qual, viola os direitos humanos da população. No próximo ano, a ANADEP promoverá campanha de educação em direitos voltada para o combate ao racismo.
 
Participaram também do debate os senadores: Humberto Costa (PE), Jaques Wagner (BA), Jean Paul Prates (RN), Paulo RochA (PA), Rogério Carvalho (SE), Zenaide Maia (PROS-RN) e Wilmar Lacerda (DF- fora de exercício). 
 
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
 
 
Escola Nacional das Defensoras e Defensores Públicos do Brasil
Novas 100 regras de Brasília
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)