Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr
13/08/2019

PI: Núcleo de Defesa da Mulher em Situação de Violência completa 15 anos de trabalho pelo resgate da cidadania feminina

Fonte: ASCOM/DPE-PI
Estado: PI
Neste mês de agosto o Núcleo de Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar da Defensoria Pública do Estado do Piauí completa 15 anos de existência. São 15 anos de luta incansável para fazer valer os direitos das mulheres em situação de violência doméstica, desconstruindo de forma firme e pontual qualquer tipo de machismo, misoginia e preconceito, a partir do compromisso de uma equipe qualificada, dedicada e acima de tudo apaixonada pela causa.
 
Para comemorar a data será realizado evento às 15h do dia 30, no auditório da Casa de Núcleos da Defensoria Pública, oportunidade em que serão apresentados os painéis “Experiências da Atuação da Defensoria na Defesa da Mulher”, sob responsabilidade da Defensora Pública do Estado de Sergipe, Dra. Richesmy Libório Santa Rosa e “Atuação Estratégica do NUDEM de São Paulo na Defesa da Mulher”, conduzido pela Defensora Pública do Estado de São Paulo Dra. Nálida Coêlho Monte. O momento contará  com a entrega de certificado de menção honrosa à 15 personalidades que se destacaram por contribuírem tanto para  a instalação e desenvolvimento do Núcleo, como na luta pela defesa da mulher.
 
História
 
Instalado em agosto de 2004 com recursos provenientes do Governo do Estado do Piauí e do Governo Federal, por meio de convênio com a Secretaria de Políticas para Mulheres, o Núcleo de Defesa da Mulher visa efetiva garantia da assistência e patrocínio dos interesses e defesa dos direitos da mulher em situação de violência doméstica e tem levado a Defensoria a  avançar, no sentido de oferecer um serviço diferenciado, como instrumento de resgate da cidadania feminina.
 
Inicialmente coordenado pelas Defensoras Públicas Dra. Richesmy Libório Santa Rosa e Dra. Verônica Acioly de Vasconcelos, atualmente titular da 2ª Defensoria Pública da Mulher, o Núcleo conta hoje com a Coordenação da Defensora Pública Dra. Lia Medeiros do Carmo Ivo, titular da 1ª Defensoria Pública da Mulher, tendo também em seus quadros o Defensor Público Dr. Armano Carvalho Barbosa, titular da 3ª Defensoria Pública da Mulher.
 
No Núcleo da Mulher da Defensoria o trabalho se desenvolve a partir de reuniões de conciliação, encaminhamentos para as delegacias da mulher e setores específicos da Defensoria, atendimento social com visitas domiciliares, ingresso das ações criminais (medida protetiva, queixa-crime, representação pelo crime de ameaça), família (divórcio, reconhecimento e dissolução de união estável, alimentos, guarda direito de visitas, partilha de bens, dentre outras) e cíveis (indenização por danos materiais e morais decorrentes da violência), acompanhamento nas audiências criminais no Juizado de Combate à Violência Doméstica e Familiar, nas varas de Família e nas Varas Cíveis, atividades extrajudiciais como a participação no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, além de reuniões na Comissão Especial para Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher do Colégio Nacional de Defensores Públicos – Condege.
 
O atendimento é feito de modo integral, iniciando no momento em que a mulher procura a Defensoria, até a solução do caso, visando sempre a proteção satisfatória da assistida. O apoio se dá ainda através de acordos realizados no próprio Núcleo, em que as partes buscam a melhor forma de resolver seus conflitos de modo consensual, no tocante às demandas de natureza cível, visando sempre o bem-estar da mulher e de seus filhos. A assistência jurídica ocorre também através do acompanhamento diário da tramitação dos processos das secretarias cíveis e criminais da Comarca de Teresina, buscando uma maior celeridade e eficácia no andamento das ações. Os Defensores Públicos trabalham a divulgação da Lei Maria da Penha, com a conscientização das mulheres acerca de seus direitos, por meio de palestras e oficinas e da realização de parcerias com os demais componentes da rede de atendimento.
 
Os filhos das assistidas que comparecem ao Núcleo encontram nas dependências uma brinquedoteca, pensada para que as mães possam ficar tranquilas durante o atendimento, sabendo que seus filhos estão seguros.
 
Em relação a comemoração no próximo dia 30, Dra Lia Medeiros diz que considera importante celebrar, embora a busca por melhorias seja contínua. “Já avançamos muito nesses 15 anos de atuação, muitas mulheres foram protegidas e auxiliadas no sentido de se libertar dessas ações violentas. Temos que relembrar todas essas conquistas, a ampliação do Núcleo, os projetos e convênios desenvolvidos, as atividades de proliferação da Lei Maria da Penha e outras desenvolvidas em parceria com as diversas Instituições e organismos da rede de proteção. Tudo isso tem que ser lembrado e festejado, mas sempre com o olho no futuro, para que as conquistas não sejam vistas como a satisfação de todos os objetivos, mas como uma inspiração para continuar tentando alcançar mais mulheres, um atendimento mais especializado, mas humanizado, atuando  nas diversas frentes necessárias. Sempre assim, olhando e se orgulhando do passado, mas utilizando isso como fator para impulsionar ainda mais o crescimento e desenvolvimento das atividades do Núcleo de Defesa da Mulher,no sentido de melhorar o serviço disponível. Sempre tendo em mente que o foco é a mulher e sempre deve ser”, destaca a Coordenadora.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
27, 28 e 29 de agosto
Atividades legislativas
28 de agosto às 11 horas
Câmara dos Deputados homenageará Defensoria Pública
28 e 29 de agosto
CONIP 2019
4 de setembro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
2 de outubro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
12 de novembro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
11 de dezembro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
1º de outubro de 2019
Reunião de Diretoria da ANADEP
10 de dezembro de 2019
Reunião de Diretoria da ANADEP
12 a 15 de novembro - Rio de Janeiro
XIV Congresso Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (CONADEP)
XIV CONADEP
ANADEP INOVA
Escola Nacional das Defensoras e Defensores Públicos do Brasil
Novas 100 regras de Brasília
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)