Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
01/08/2022

PB: DPE em CG garante direito de assistido com visão monocular à vaga de estacionamento

Fonte: ASCOM/DPEPB
Estado: PB
A intervenção de forma extrajudicial do Núcleo de Atendimento da Defensoria Pública em Campina Grande assegurou a um assistido portador de deficiência (visão monocular no olho esquerdo) a concessão pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos do município, da credencial de estacionamento para vagas especiais.
 
“Fomos procurados por ele, após lhe ter sido negado o pedido pela STTP, sob a alegação de que na perícia médica teria sido apontado pelo profissional habilitado pela superintendência que a enfermidade apresentada não era considerada como causadora de dificuldade ou impossibilidade de deambular”, relatou a defensoria pública Laíz Queiroz.
 
Critérios legais suficientes
 
Ela afirmou que, de pronto, na tentativa de solução extrajudicial, enviou ofício ao referido Órgão e de posse das informações pertinentes ao caso - especialmente sobre os motivos denegatórios da credencial de estacionamento para vagas especiais para portadores de deficiência - demonstrou que o Decreto Federal n° 5.296/04, que regulamenta as Leis Federais n° 10.048 e 10.098, já é o suficiente para a concessão da referida credencial, pois estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.
 
Laís também sustentou que o direito à credencial não deve estar sujeito apenas à demonstração de dificuldade de deambulação, mas à demonstração de uma enfermidade que se identifique como deficiência física, sendo absolutamente legítimo que o ente público que controla o sistema de transporte coletivo submeta o beneficiário à perícia médica a fim de constatar a permanência da deficiência física alegada.
 
Inclusão social
 
“O que não se pode é limitar esse benefício apenas e exclusivamente aos que têm dificuldade de locomoção, visto que a finalidade da legislação é a inclusão social, assegurando aos deficientes a acessibilidade”, advertiu.
 
Ao final, o pleito foi deferido e o assistido recebeu a credencial de estacionamento em sua casa.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
31 de agosto
Reunião de Diretoria
01 de setembro
AGE
05 de outubro
AGE
08 de novembro, Goiás (CONADEP)
AGE
08 A 11 de novembro, em Goiânia (GO)
XV Congresso Nacional das Defensoras e Defensores Públicos
14 de dezembro
AGO de eleição
13 de dezembro
Reunião de Diretoria
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)