Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr
14/09/2020

RS: Nova Revista da Defensoria Pública, em edição especial e temática, é lançada com 30 artigos sobre o Pacote Anticrime

Fonte: ASCOM/DPE-RS
Estado: RS
Nova estrutura editorial, profundidade de conteúdo, minucioso sistema de seleção e de avaliação de artigos e alinhamento com o universo científico e acadêmico. Esses são os principais atributos da nova Revista da Defensoria Pública, lançada nesta segunda-feira (14), e que se propõe a ser uma fonte de estudo e de pesquisa acerca das principais questões do Direito. A edição 26 é especial e conta com 662 páginas, contemplando 30 artigos sobre o Pacote Anticrime, incluindo convidados da Defensoria Pública, especialistas na matéria, além de artigos inéditos submetidos e selecionados a partir de um rigoroso edital de avaliação. Confira a revista clicando aqui. 
 
De acordo com a defensora pública coordenadora do Centro de Estudos, de Capacitação e de Aperfeiçoamento (Cecadep), setor que elabora a Revista da Defensoria Pública, Samara Wilhelm Heerdt, o desafio para esta publicação foi revigorar a Revista, tornando-a um veículo com excelência científica e reconhecido.
 
“A resolução que disciplina a Revista da Defensoria Pública foi reestruturada e atualizada. A Revista passou a contar com uma Editora-chefe, Comissão Editorial e Conselho Editorial e Científico, observando-se a exogenia necessária. A avaliação dos artigos passará a se dar na modalidade double blind review, a capa ganhou nova arte e a ficha catalográfica foi atualizada. Os próximos desafios serão à submissão da revista para avaliação da CAPES e aumento da nota qualis, bem como a indexação para pesquisa. A revista ficou excepcional e conta, nesta edição especial, com artigos de juristas renomados como convidados da instituição” explicou a defensora.
 
A partir desta edição, também houve alteração no sistema de avaliação. Agora é realizado por pares e às cegas, permitindo ingressar em outro patamar de reconhecimento no universo científico. Além disso, buscando ampliar o alcance da publicação, em breve, a Revista estará indexada em plataformas online do mundo acadêmico. “Com o intuito de atentar para o processo de indexação e visando a aumentar a nota “Qualis” da Revista, novos pesquisadores, doutores e pessoas que atuam no meio acadêmico vão passar a ter interesse na divulgação de seus trabalhos junto à nossa Revista que deseja se afirmar institucionalmente, levando capacitação aos agentes e, também, através de um intercâmbio com a sociedade civil”, pontuou a editora-chefe da Revista, defensora pública Mariana Py Muniz Cappellari.
 
A assessora de Planejamento Organizacional da Defensoria Pública, Lizana Dallazen, que participou da elaboração desta edição especial, complementou que houve reformulação das diretrizes da Revista, com alteração da resolução e um novo formato de Comissão Editorial, ampliando, qualificando e diversificando o número de pareceristas. “Temos pareceristas com, no mínimo, a formação em mestrado, e de diversas áreas, como sociologia, psicologia, área do Direito e filosofia, o que é importante para assegurar uma avaliação adequada de todas as intersecções do Direito. Torcemos que o universo do Direito cada vez mais usufrua da revista que hoje entregamos à comunidade”, acrescentou.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
24 de setembro, às 19hs
Webinário - "Comunidades Quilombolas, conflitos socioambientais e o papel da Defensoria Pública"
7 de outubro de 2020
AGE
4 de novembro de 2020
AGE
09 de dezembro de 2020
Reunião de Diretoria da ANADEP
 
 
Escola Nacional das Defensoras e Defensores Públicos do Brasil
Novas 100 regras de Brasília
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)