Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr
07/06/2018

ANADEP manifesta-se sobre o cerceamento da atuação e à violação das prerrogativas de defensora pública na Paraíba

Fonte: ASCOM ANADEP
Estado: DF

A ANADEP – Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos, entidade representativa das cerca de 6 mil defensoras e defensores públicos de 26 unidades da Federação, vem a público declarar seu repúdio ao tratamento dado à defensora pública Carollyne Andrade. A promotoria de Justiça da Comarca de Sapé, com escopo de apurar prática de improbidade administrativa, notificou a referida defensora, sem observar as atribuições funcionais da mesma, e instaurou procedimento em virtude de suposta ausência em audiência judicial realizada no último dia 6 de março.

A Associação Nacional afirma que sempre tomará todas as medidas cabíveis para garantir as prerrogativas de seus(uas) associados(as) e que atuará para combater o cerceamento da atuação e à violação das prerrogativas de seus(uas) membros(as).

Por fim, ressalta que, em cumprimento à sua missão institucional, somará esforços com a APDB para garantir as prerrogativas das defensoras e dos defensores públicos da Paraíba.

Diretoria ANADEP
Junho de 2018

 

Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
Escola Nacional das Defensoras e Defensores Públicos do Brasil
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)